No próximo dia 29 de dezembro, o “Som Brasil” homenageia um símbolo do rock nacional, a cantora e compositora Rita Lee. Prestes a completar 65 anos no dia 31 de dezembro e com mais de 65 milhões de discos vendidos, Rita tem seus grandes sucessos interpretados por Pitty, Tiê, banda Lafayette e os Tremendões e grupo Brasov. O “Som Brasil Especial Rita Lee” vai ao ar no dia 29, à 0h, com horário alternativo de exibição no domingo, às 18h15.


Divulgação Viva

Nascida na cidade de São Paulo, Rita Lee Jones Carvalho foi educada em colégio francês e chegou a cursar Comunicação Social, mas deixou os estudos no primeiro período para seguir a carreira musical. Formada em piano clássico, Rita criou junto com os irmãos Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, em 1966, a banda Os Mutantes, uma das maiores expressões do movimento tropicalista. Após seis anos no grupo, a cantora deixou Os Mutantes e formou, com a amiga Lúcia Turnbull, a banda Tutti-Frutti. Além de ter sido a vocalista, ela tocava piano, violão e gaita. O reconhecimento nacional chegou em 1975 com o disco “Fruto Proibido”, lançado pela Som Livre. Entre os grandes sucessos destacam-se “Agora só Falta Você” e “Ovelha Negra”, que emplacou a primeira posição da parada nacional no mesmo ano. Durante a carreira de sucesso, Rita ganhou prêmios como o Shell, de destaque da MPB, em 1996; um Grammy Latino na categoria melhor disco de rock com o álbum “3001”, em 2001; e um prêmio Top 100 Brazil, na categoria melhor álbum nacional com “Reza”, em 2012.

No “Som Brasil”, comandado por Camila Pitanga, os momentos marcantes da carreira de Rita são lembrados através de imagens de arquivo e trechos de entrevistas. Tiê interpreta “Ando meio desligado” e Pitty faz sua versão de “Ovelha Negra” e “Esse tal de Rockenrow”. As canções “Mania de você” e “Chega mais” ficam por conta dos grupos Lafayette e os Tremendões, e Brasov, respectivamente.