A temporada de verão do “Que Marravilha!” segue recebendo galãs, que preparam pratos leves ao lado de Claude Troisgros em uma cozinha em frente ao mar. Na próxima quinta-feira é a vez de Paulo Vilhena, que aprende a preparar um ceviche de pargo ao tucupi com o chef.

O ator, que nasceu em Santos, mora no Rio de Janeiro há 13 anos e surfa sempre que pode: “Todo dia que tem onda e que eu tenho tempo. Eu sou apaixonado”, diz ele, que começou a praticar o esporte aos oito anos de idade em uma prancha de isopor. “É um lugar onde me sinto em casa, dá uma paz de espírito”, completa, sobre o mar.


Paulo Vilhena em "Que Marravilha!" / Divulgação GNT

Sobre alimentação, Paulo conta que adora salada, mas também não deixa de lado o arroz com feijão e a farofa. E quando o chef fala sobre a atuação na TV, no teatro e no cinema, ele fala sobre suas impressões com cada um. “O barato do ator, para mim, é transitar entre as três linguagens. O cinema traz essa coisa mais intimista, uma atuação mais para dentro, mais introspectiva. A televisão me trouxe o aprendizado de estar pronto o tempo inteiro. E o teatro, para mim, é o deleite”, diz, destacando a resposta imediata que recebe do público quando se atua no palco.

A dupla ainda conversa sobre o verão, ciúmes, assédio e paparazzis e muito mais. O “Que Marravilha!” com Paulo Vilhena vai ao ar no dia 24 de janeiro, às 21h30, no GNT.