Com 222 mil adições líquidas em dezembro de 2012, o Brasil fechou o ano com 16,2 milhões de domicílios com TV por Assinatura. No ano, foram registradas 3,4 milhões de novas assinaturas, o que representou uma evolução de 27% na base de assinantes. Considerando-se o número médio de 3,3 pessoas por domicílio, divulgado pelo IBGE, os serviços de TV por Assinatura são distribuídos para aproximadamente 53,4 milhões de brasileiros e estão presentes em mais de 27% dos domicílios do País.

A participação dos serviços prestados via satélite (DTH) atingiu 60,8% da base e a dos serviços a cabo alcançou 38,3% das assinaturas. Em dezembro de 2012, o DTH, com a adição de 199,8 mil assinantes, cresceu mais de 2%. O serviço via cabo, registrou o acréscimo de 28,6 mil novas assinaturas – crescimento de 0,46% em dezembro. As prestadoras de MMDS, por sua vez, perderam 6,5 mil assinantes no mesmo período, o que representou a queda de mais de 4,3% de sua base.

Enquanto as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste apresentam índices de crescimento acima da média nacional, as regiões Sul e Sudeste registram crescimento inferior. Em dezembro de 2012, os serviços de TV por Assinatura estavam presentes em 27,2% dos domicílios no país, de acordo com estimativas da Agência. Apesar do crescimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, a região Sudeste ainda lidera esse indicador, com a presença desses serviços em 38,6% dos domicílios.

Entre as Unidades da Federação, destacam-se o Distrito Federal e os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, por terem registrado desempenho acima da média nacional, quanto à densidade dos serviços de TV por Assinatura.