A transmissão do carnaval pela Rede Globo na capital paulista, a folia começa na sexta-feira, dia 8. Cléber Machado e Mariana Ferrão, que neste ano estreia na transmissão, narram os dois dias de desfiles para todo o Brasil, exceto o para o estado do Rio de Janeiro. Os jornalistas, que antes apresentavam de uma cabine localizada no alto do sambódromo, agora descem e narram de uma cabine no mesmo nível da avenida. Localizada próximo ao recuo da bateria, os jornalistas podem se aproximar do desfile durante a transmissão e mostrar a perspectiva de quem está participando da festa.

Mariana Ferrão segue em visitas em todos os barracões e mostrando os bastidores da maior festa brasileira. “Precisamos ir além dos nome das alas e dos carros alegóricos, e contar um pouco da história da essência da festa, das pessoas que ficam nos barracōes, que viram madrugada, que vestem a camisa de verdade”, completa. Dividindo a narração, Cléber Machado conta que o desafio da transmissão é transportar o telespectador para a magia da avenida. “É importante construir uma história para o público que fica em casa, conseguir passar toda a emoção da avenida para quem não tem intimidade com o enredo. Para que o telespectador possa se divertir e admirar o carnaval na avenida como nós que estamos lá”, explica.

Ao final do desfile, próximo à dispersão do Anhembi, fica o estúdio Globeleza. Com telão interativo dentro do estúdio de vidro para exibição de melhores momentos, mensagens de internautas, links com repórteres de outros estados e notas dos telespectadores para as escolas, o jornalista Chico Pinheiro faz comentários sobre os desfiles e recebe os convidados especiais Ailton Graça, Celso Viáfora, Negra Li e Paula Lima.

Durante os dois dias de desfiles, um time de 17 repórteres estará envolvido na cobertura do carnaval, trazendo todas as informações da transmissão de São Paulo. São eles: Abel Neto, Alan Severiano, Alberto Gaspar, Graziela Azevedo, Gloria Vanique, Izabella Camargo, José Roberto Burnier, Márcio Canuto, Maria Julia Coutinho, Mauricio Kubrusly, Michelle Barros, Natália Ariede, Patrícia Taufer, Phelipe Siane, Sabina Simonato, Veruska Donato e Walace Lara.

Na transmissão, são usadas 34 câmeras ao longo da avenida – uma delas é a super slow, que grava 2800 frames por segundos -, seis gruas e seis caminhões de unidades móveis de transmissão – sendo um apenas para o áudio-, e ainda o Globocop, que traz imagens de toda a avenida. No recuo da bateria, dez microfones estão posicionados para captar todas as batidas do coração das escolas de samba, além de um microfone especial, posicionado ao centro do recuo captando o áudio em 5.1 canais, que vai transmitir os detalhes de cada instrumento da bateria. E ainda, ao longo das arquibancadas, mais dez microfones são usados para trazer a emoção do público. Ao todo serão usados 50 toneladas de equipamentos e aproximadamente 8km de cabos.

Os desfiles das escolas de samba de São Paulo serão exibidos na sexta-feira, dia 8, logo após o ‘Globo Repórter’, e no sábado, dia 9, após o ‘BBB13’. Na terça-feira, dia 12, será transmitida para todo o Brasil, menos o estado do Rio de Janeiro, a apuração dos desfiles paulistanos, logo após a novela ‘Da Cor do Pecado’.