O documentário “Salvando a Pirâmide mais Antiga do Egito”, que estreia no domingo, dia 24, às 18h30, faz parte do especial “125 anos de National Geographic”. As lentes do Nat Geo penetram em um dos locais mais singulares do planeta, o Deserto do Saara, para revelar as facetas de um dos maiores legados da humanidade: a Pirâmide Escalonada de Zoser. Construída centenas de anos antes da Grande Pirâmide de Giza, a Pirâmide Escalonada é a estrutura de pedra mais antiga de seu tipo e uma das pedras angulares da história da civilização. Mas está desmoronando, devastada pelos saqueadores, os terremotos e a erosão de 4600 anos.


Foto: Divulgação Nat Geo

Durante cinco anos, uma equipe composta por especialistas britânicos e egípcios trabalhou com afinco para salvar este protótipo de todas as pirâmides egípcias. Seus esforços estiveram focados no coração sagrado da estrutura, a câmara funerária do faraó Zoser. O teto da câmara está correndo risco de desmoronar e o progresso do trabalho foi lento, logo ficando completamente paralisado pela Revolução Egípcia de 2011. “Salvando a Pirâmide mais Antiga do Egito” mostra como um grupo de especialistas faz o impossível para resgatar esta preciosa obra arquitetônica, colocando à prova seus conhecimentos de engenharia e suas vidas em perigo.