Uma parede branca com uma tomada. Esse é o cenário que serve de tela para que Jorge Bispo registre, em fotos em preto e branco, corpos femininos de todos os tipos. As imagens do ensaio fotográfico são intercaladas com outras em que a “modelo” conta sua história, o que a motivou a participar do projeto. Assim é “302”, programa dirigido por Helena de Castro que, na madrugada de segunda para terça (04), estreia sua sétima temporada no Canal Brasil.

A convidada do episódio de estreia é a consultora de estilo Ana, que está grávida da primeira filha aos 41 anos. Ela conta que foi criada por um pai extremamente machista e uma família que a oprimiu muito e que foi casada dos 23 aos 37. Quando Bispo pergunta o que a trouxe ali, ela responde: “É um momento assim que é um marco. Sendo bem clichê, mas é um clichê, né? Não tem jeito… Não só pela gravidez. Mas eu acho que a gravidez acaba sendo uma consequência do que foi um processo recente de auto conhecimento, de descoberta como mulher. De libertação mesmo”.

Ao longo da temporada, o programa aprofunda temas como aceitação, descoberta, libertação, violência e preconceito, e os novos episódios serão ainda mais femininos e espontâneos.

A 7ª temporada de “302” estreia na madrugada de segunda para terça, dia 04 de agosto, à 0h15 no Canal Brasil.