O documentário inédito "Felinos Sangrentos" que o Animal Planet exibe, investiga um fenômeno ecológico recente: o crescimento em ritmo alarmante de ataques de grandes felinos a seres humanos. Este comportamento anormal chamou a atenção de cientistas que passaram a estudar os casos de encontros entre humanos e grandes felinos. Enquanto pessoas que vivem em áreas de risco reforçam a segurança de suas casas, os especialistas buscam as causas e soluções que evitem a transformação do homem em presa fácil.

A produção viaja o mundo para reconstituir os ataques e recolher depoimentos de sobreviventes e testemunhas, entre eles Anne Hjelle, atacada por um puma enquanto praticava uma trilha de bicicleta; Madhav K. C. sobrevivente de um ataque de leopardo ocorrido na área urbana de Kathmandu; e Jim Aragon, o policial que atendeu ao chamado de uma mãe que viu sua casa invadida por um puma, no Colorado.

Fontes como Dr. John Lewis, fundador e diretor da Wildlife Vets International, atentam para a cinomose canina (CDV) como a possível causa do comportamento agressivo de felinos selvagens que invadem ambientes urbanos sem demonstrar medo ou estranhamento.

"Felinos Sangrentos" estreia dia 16 de julho, às 22h no Animal Planet.