- Publicidade -

Faltando pouco mais de um mês para acabar o Big Brother Brasil 12, a reta final do programa vai definindo quem será o vencedor. Os moradores da casa mais vigiada do Brasil já têm seu perfil definido, já se sabe quem é quem, de que lado cada um esta e até tem o provável vencedor.

Dos 16 participantes, resta agora 9, só um vai levar o prêmio de R$ 1,5 milhão. O perfil de cada um foi decisivo para encontrar o vencedor. Os que restam tem este perfil, segundo os olhos do telespectador.

Fabiana: Apesar de ser criticada pelo seu jeito alegre e chorosa, Fabiana, a Mama, não é uma má pessoa e muito menos boba. Esta sabendo jogar com sua própria cabeça. Não vai atrás de ninguém, mesmo confabulando votos. Os últimos dois paredões votou em quem ela queria. A garota propaganda tem chance de chegar à final. Chorona, não deixou se abater com as criticas que esta atuando e nem com os ataques do grupo selva. Sabe onde esta e aonde quer chegar. As amizades com Fael, Kelly e Jonas esta sendo bem aproveitada. Será que ela vai ganhar?

Renata: Esta perdida no jogo. O negocia de Renata é esta em destaque. Não esta sabendo aproveitar o jogo. As amizades com Monique e Rafa esta detonando total o que ela poderia ser. Será que ela é desse jeito ou esta fazendo papel? O que faz de Renata uma não vencedora do BBB12 é seus affair dentro da casa. Já ficou com Jonas, Ronaldo e agora com Rafa. A ninfeta não tem chance de chegar longe.

Jonas: Bonito, modelo e ótima cabeça para enfrentar os adversários. Não é como o Kadu de BBBs passados. Tem personalidade e não se deixa abater com criticas. Ficou com Monique e Renata e soltou a frase matadora: “Quer Romance? Compre um livro”. Isso mostra que não foi para o BBB em busca de namoro e muito menos de relacionamento sério. Jonas tem o pé firme no chão. É outro com grandes chances de ganhar.

Yuri: Com cara de marrento e com um olhar estranho, Yuri parecia que faria do jogo o mais infernal possível. Mas não foi. Seu romance com Laisa acabou com o professor de Muay Thai. Yuri virou o cachorrinho de madame e fez todas as vontades da gaúcha. Perdeu-se no jogo e demoliu tudo que aparentava ser. Ainda tem o olhar meio psicopata. Ele não inspira boa coisa. Fez sexo dentro da casa com Laisa, do qual dominou por inteiro o brother. Um fiasco sua participação. De lutador para submisso de Laisa (a pior personagem desta edição).

Kelly: Quietinha, sempre no seu canto, sem arrumar confusões, Kelly conseguiu chegar longe até de mais. Ninguém percebeu sua presença até brigar com Ronaldo. Até então, nem os telespectadores sabiam que ela participava do programa. Foi aí que mostrou que tem personalidade e pensamento livre. Difícil dizer se vai chegar à final. É a mais misteriosa dos confinados. Aparece pouco e se mostra menos ainda.

Monique: Começou o BBB12 com o escândalo do possível abuso sexual com Daniel, que acabou sendo expulso do programa. Monique deveria também ser expulsa. Totalmente dominada pelos mandos e desmandos de Rafa, Monique não se estabeleceu como uma grande participante. Apesar de sempre se movimentar, agitar nas festas, não demonstrou personalidade forte. Tem complexo de gorda. A gaúcha vai atrás dos seus amigos da selva. Não sei o porquê que tem tanta afinidade com Rafa. De onde ela tirou que ele é um bom rapaz? Amigo instantâneo nunca vai ser um bom amigo. No máximo amigo da onça.

João Carvalho: O cozinheiro da casa ficou o tempo todo em cima do muro. Diz agora que é praia. Mas na maior parte foi selva com seus amigos Laisa, Rafa, Yuri, Renata e Monique. É o mais manipulável dentro da casa. Vive mudando de opinião. A briga com Rafa, que chamou de moleque, fez surtir efeito e tomou uma posição: não quer mais ficar em cima do muro. Aliás, não é uma tática ruim. Por que tem que escolher um lado? Qual o objetivo disso? Ele tem todo o direito de não querer tomar partido de ninguém. Afinal, é um jogo compartilhado por 16 onde 1 será o vencedor e fica difícil criar o um por todos e todos por um, pois este um será o vencedor. Ser neutro tem seu lado bom: não fica do lado dos vilões e pode decidir o que fazer sem interferência de ninguém. Ou seja, deixa a mente aberta para opções. Creio que não vai chegar longe. Venceu o paredão por causa de Laisa, mas a próxima não escapa.

Rafa: Começou como o grande amigo de todos. Mas na verdade Rafa não é amigo de ninguém. Muda a opinião como ninguém. De um lado se faz de santo e de outro o grande jogador. É o pior jogador de todos os tempos do BBB. Acha que esta vencendo o inimigo se fazendo de amigo de todos. Mal sabe ele que todos já perceberam essa personalidade fraca em querer estar em dois lugares ao mesmo tempo. Não dá para ser selva e praia e ainda querer ter uma posição confirmada, certa. O jogo sujo nunca fez do participante o grande vencedor. Pelo contrário: caiu no primeiro paredão. Rafa não conseguiu enganar Fael, Jonas, Fabiana, Kelly e nem mesmo Yuri e Monique, que só agora perceberam o jogo político e diplomático que vem fazendo. Chega à final? Se acontecer, não vai ser legal. É o pior participante que ainda esta na casa. Não merece de jeito nenhum.

Fael: Tímido, concentrado, veterinário do interior do Mato Grosso e nada de bobo. Quem pensava que Fael fosse bobinho, se enganou. O rapaz de 25 anos é esperto e tem ouvidos e olhos bem atentos. É o melhor de tudo: sabe jogar sem falar muito. Fala somente o necessário para o jogo. Começou confabular votos quando percebeu que a selva queria detonar todos da praia antes mesmo de declarar guerra. Seu contra-ataque foi na hora e momento certo. Foi feliz na maneira como conduziu o jogo. As amizades com Fabiana, Jonas, Kelly e João Maurício, foi fundamental para entrar na guerra de modo inteligente. Não é de abaixar a cabeça e de entrar em briga sem sentido. Super focado no objetivo final: ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhão. Se for para ter um vencedor, Fael é nome certo para ganhar o grande prêmio. Será? Pelo menos é o que o público espera: um vencedor de bom caráter, com personalidade forte, honesto e inteligente.

E para você, quem vai ser o grande vencedor do Big Brother Brasil 12? Façam suas apostas.

- Publicidade -