O Brasil fechou o mês de setembro de 2014 com 19,43 milhões de acessos de TV paga. No mês, de cada cem domicílios, 29,67 possuíam o serviço, segundo o indicador "Densidade dos Serviços de TV por Assinatura", que é a relação percentual entre o número de assinaturas e o número de domicílios estimado a partir dos dados publicados pelo IBGE, em sua Síntese de Indicadores Sociais.

O grupo Telmex (Claro, NET e Embratel) fechou o mês com 10.343.346 assinaturas. O Grupo Directv (SKY e Directv) ficou na segunda posição com 5.644.275 assinantes. A Oi ficou com a terceira posição no ranking e um total de 1.032.314 clientes. Em quarto está a Vivendi (GVT) com 837.977 terminais, sendo seguida pela Telefonica (Vivo) com 726.619 assinantes.

As operadoras Big Brasil (155.916) e Algar (125.668) registraram uma leve queda no número de assinaturas. A Nossa TV continuou em crescimento e já registra 118.582 assinaturas.

Apesar no crescimento na base de assinantes, o grupo DIRECTV (SKY e DIRECTV) registraram queda no percentual de mercado, passando para 29,04% do mercado de TV paga. Oi, Vivendi e Telefonica registraram crescimento e representam respectivamente 5,31%, 4,31% e 3,74% do mercado de televisão por assinatura.