Nascidas no mesmo dia, mas com três anos de diferença, as irmãs Karina e Nathali Oliani optaram pela mesma profissão e cultivam uma mesma paixão. Médicas viciadas em adrenalina, Karina e Nathali se juntam em “Do Jeito Delas” para viajar o mundo à procura de diferentes modalidades para superarem seus limites. A cada episódio, as irmãs irão explorar uma modalidade diferente, entre elas: escalada, mergulho, paraquedismo, caiaque, snowboard, kitesurfe, tow in (onde um jet-ski auxilia surfistas a se posicionarem em ondas grandes) e heliski (onde o acesso a determinadas montanhas só é possível com a ajuda de um helicóptero). Entre os destinos explorados estão a Cachoeira do Tabuleiro em Minas Gerais, o Rio Azul no México e a Cordilheira dos Andes, localizada na costa ocidental da América do Sul. Com 13 episódios, “Do Jeito Delas” estreia no dia 21 de janeiro, segunda, às 19h30, no Canal OFF. A produtora é a Pitaya Filmes.

- Publicidade -


Karina e Nathali Oliani nas Bahamas / Divulgação OFF

Durante as gravações, as irmãs Oliani literalmente superaram seus limites e conquistaram alguns feitos para suas carreiras. Karina e Nathali foram as primeiras mulheres brasileiras a descer de caiaque uma cachoeira de 10 metros. Na mesma ocasião, Karina ainda foi mais longe e desceu a cachoeira de San Peter com 18 metros de altura, também no México. Tal feito lhe rendeu alguns pontos no rosto ao bater de cabeça em uma pedra. Já em Minas Gerais, Karina fez a primeira ascensão feminina de uma via de escalada, com 300 metros de altura, na Cachoeira do Tabuleiro, a terceira mais alta do Brasil.

No primeiro episódio, Karina e Nathali Oliani encaram um heliski no Vale de Parraguirre, localizado na Cordilheira dos Andes, a maior do mundo em extensão. Nesta modalidade, o acesso a determinadas montanhas, geralmente as mais íngremes e intocadas, só é possível com a ajuda de um helicóptero. Para tal feito, a neve e o clima precisam apresentar condições ideais, pois o risco de avalanches é constante. Este é o primeiro heliski da carreira de Nathali, portanto ela teve que receber um treinamento da sua irmã Karina, que é a única médica brasileira especializada em medicina de alta montanha e resgate em áreas remotas. O que Nathali não esperava é que durante o treinamento ela seria enterrada na neve pela irmã para sentir o drama de estar soterrada em uma possível avalanche.

“Estou realizando um grande sonho ao fazer esse programa, minha irmã (Nathali) sempre foi mesmo minha companheira de aventuras na vida real e, agora, tudo estará registrado! Estamos nos propondo a viver os maiores desafios que já vivemos em cada modalidade que iremos explorar”, declara Karina.

“Escolhemos a dedo cada lugar, alguns foram inéditos, tanto pra mim quanto pra Karina, todos de uma natureza perfeita! Praticamos as mais diversas modalidades, muitas até desconhecidas do grande público, foi uma experiência incrível”, declara Nathali.

Além de médica, especializada em medicina de emergência e resgate em áreas remotas (a única médica a ter essa especialização na América Latina), a multiesportista Karina Oliani é bicampeã brasileira de wakeboard, tricampeã brasileira de snowboard na categoria open, possui recorde brasileiro de apneia, é instrutora de mergulho autônomo há mais de 10 anos e pilota helicópteros desde 2008.

Nathali Oliani também é médica e multiesportista. Atleta profissional de snowboard, é a segunda colocada no ranking sul americano. Já no wakeboard, Nathali é a terceira colocada no sul americano. Ela mergulha há mais de 12 anos e possui curso de direção defensiva e pilotagem em Interlagos.

- Publicidade -