“Mulheres Apaixonadas”, novela de Manoel Carlos estreia nesta segunda (10) no Globoplay e traz Christiane Torloni como a protagonista ‘Helena’, que vive um dilema ao reencontrar um amor do passado. Com Tony Ramos, Camila Pitanga, Carolina Dieckmann, Bruna Marquezine, Vanessa Gerbelli, Dan Stulbach, Helena Ranaldi e grande elenco, a trama gerou grande repercussão em sua exibição original, na TV Globo, em 2003, ao abordar assuntos como alcoolismo, maus tratos a idosos, violência contra a mulher, homossexualidade e desarmamento.

- Publicidade -

Na trama, após anos de união, Helena (Christiane Torloni) começa a questionar se é feliz em seu casamento com Téo (Tony Ramos), suas incertezas aumentam após a volta de César (José Mayer), ex-namorado que deixou para se casar com Téo. Com o marido, Helena adotou Lucas (Victor Cugula). Porém, o que ela não sabe é que Lucas é um dos filhos biológicos que Téo teve com a ex-garota de programa Fernanda (Vanessa Gerbelli). Além de Lucas, o casal também teve Salete (Bruna Marquezine), que é criada pela mãe.

Além do drama familiar, a novela também explorou temas que geraram grande repercussão durante sua primeira exibição. Vera Holtz interpretou a professora Santana, que sofria de alcoolismo. Regiane Alves, com os veteranos Oswaldo Louzada e Carmem Silva, abordaram os maus tratos com idosos. Helena Ranaldi e Dan Stulbach deram vida ao casal Marcos e Raquel para abordar a temática da violência contra a mulher. Alinne Moraes e Paula Picarelli eram as jovens namoradas Clara e Rafaela, e trouxeram a homossexualidade para debate. A campanha pelo desarmamento também esteve presente na trama com a personagem de Vanessa Gerbelli sendo uma vítima de bala perdida.

“Mulheres Apaixonadas” estreia dia 10 de maio no canal Globoplay.

- Publicidade -