Vencedor de dois prêmios Oscar, “Judas e o Messias Negro” conta a história de Fred Hampton, um jovem ativista carismático que se torna presidente da sucursal do Partido dos Panteras Negras de Illinois, colocando-o diretamente na mira do governo, do FBI e da polícia de Chicago. O filme é destaque do HBO Max nesta sexta-feira (30).

- Publicidade -

O longa se passa em 1968, quando o jovem ativista Fred Hampton tornou-se presidente da filial de Illinois dos Panteras Negras, que lutavam pela liberdade e o fim da brutalidade policial e do massacre de pessoas negras. Ele estava inspirando uma geração a se levantar e não ceder à opressão, o que o colocou diretamente na linha de fogo do governo, do FBI e da polícia que para destruir a revolução, tiveram que fazer isso por fora…e por dentro.

Diante da prisão, William O’Neal recebe uma proposta de acordo do FBI: se ele se infiltrar nos Panteras Negras e fornecer informações sobre Hampton, ele ficará livre. O’Neal aceita o acordo. Agora, um companheiro de luta para os Panteras Negras, O’Neal vive com medo de que sua traição seja descoberta, mesmo quando ele ascende nos Panteras Negras. Mas, à medida que a mensagem ardente de Hampton o atrai, O’Neal não pode escapar da trajetória mortal de sua traição final. Embora sua vida tenha sido interrompida, o impacto de Fred Hampton continuou a reverberar.

No elenco nomes como Daniel Kaluuya, Lakeith Lee Stanfield, Jesse Plemons e Martin Sheen. “Judas e o Messias Negro” estreia dia 30 de julho no HBO Max.

- Publicidade -