[creditos:f188dde7cc]
Quase 60 anos após primeira visita, naturalista retorna à Austrália para captar biodiversidade com tecnologia de ponta (Divulgação)[/creditos:f188dde7cc]
Era 1957 quando Sir David Attenborough visitou pela primeira vez A grande barreira de corais, na Austrália. À época, ele conheceu de perto uma das sete maravilhas naturais do mundo, com cerca de 2900 quilômetros de extensão e largura que chega aos 700 metros; uma estrutura viva que pode ser vista do espaço.

- Publicidade -

A partir desta quinta-feira, 8 de setembro, às 23h, o Discovery exibe o reencontro de Sir Attenborough com esse ecossistema misterioso e suas espécies únicas, dessa vez munido de tecnologia de ponta, na minissérie A grande barreira de corais (Great Barrier Reef).
Dividida em três episódios de uma hora, a atração tem contornos de jornada pessoal para lendário naturalista – o encontro entre um dos principais nomes na captação de imagens da vida selvagem e o ecossistema singular é acompanhado com exclusividade pelo telespectador do Discovery.

A bordo da Alucia, uma embarcação de pesquisa equipada com um submarino tripulável Triton, além de helicóptero e laboratório, Sir Attenborough mergulhará nas profundezas da barreira de corais, onde o homem jamais esteve, e terá encontros emocionantes: o eclodir dos ovos do peixe-palhaço, o comportamento das minúsculas partes vivas que formam os corais, e o espetáculo da reprodução sexuada desses misteriosos seres vivos são vistos em detalhes com a ajuda de lentes macro e técnicas especiais de filmagem.

- Publicidade -