O ator Daniel Radcliffe iniciou sua carreira profissional aos 10 anos, e era apenas um menino quando se viu em meio à loucura gerada pelo estouro de seu primeiro filme, “Harry Potter e a pedra filosofal”, saga que continuou até 2011. Durante a entrevista para o Coffee Break que vai ao ar na próxima quinta-feira, 14 de agosto no E! a partir das 21h30, ele contou que nunca se acomodou; buscou outros papéis, novos personagens, se envolveu com teatro e ganhou reconhecimento muito além de seu sucesso comercial com peças como Equus.

Em pleno ano de 2014, o ex-garoto prodígio proveniente de uma família da classe operária, porém muito ligada à arte, está cheio de projetos, novos desafios de atuação e com muita vontade de dirigir. Feliz com seu novo trabalho, por estar em plena turnê de promoção de “Será que?”, Daniel se reuniu com Patricia Zavala para falar de tudo.

Ao comentar sobre início de sua carreira de ator o ator inglês confessou que aprendeu muito ao dividir o set com nomes como Alan Rickman, Gary Oldman e Maggie Smith, entre outras estrelas. Sobre seus próximos passos, ele contou que também estará no filme “Horns”, um thriller fantástico, e no ano que vem estreará “Victor Frankenstein”, uma nova versão do clássico de Mary Shelley. Sem prazos nem pressão, Radcliffe espera algum dia poder dirigir e escrever, atividades que adora.