O A&E estreia com exclusividade o especial "O Massacre de Jonestown" neste domingo (18). Com duas horas de duração e em formato de documentário, a produção investiga as quatro mulheres do círculo íntimo do pastor Jim Jones, que ajudaram a planejar o massacre de Jonestown. Em 18 de novembro de 1978, a seita religiosa Templo dos Povos, criada e liderada por Jim Jones, realizou numa floresta da Guiana o maior suicídio em massa da história moderna, deixando 918 pessoas mortas, inclusive crianças.

- Publicidade -

A produção inédita revela qual a influência e a participação que a esposa de Jim Jones, Marceline Jones, e as amantes dele, Carolyn Layton, Maria Katsaris e Annie Moore, tiveram na seita e em seu trágico fim, há 40 anos. O especial apresenta entrevistas exclusivas com sobreviventes de Jonestown e membros da família, inclusive um filho biológico de Jones, e imagens inéditas de arquivo em vídeo e foto, além de gravações de áudio e cartas escritas pelas mulheres.

"O Massacre de Jonestown" traz uma visão íntima sobre o envolvimento das quatro mulheres dentro da igreja Templo dos Povos, desde os primeiros dias em Indiana, até a expansão no norte da Califórnia, e seu fim desastroso em uma reclusa floresta da Guiana.

"O Massacre de Jonestown" estreia dia 18 de novembro, às 22h30 no canal A&E.

- Publicidade -