[creditos:3311747510]
Localizado na Barra da Tijuca, novos estúdios do canal unem tecnologia, arquitetura e sustentabilidade (Divulgação)[/creditos:3311747510]
Na última segunda-feira, dia 25 de julho, o canal FOX Sports expôs aos jornalistas sua nova sede no Brasil. Com tecnologia de ponta e selo LEED Gold, a sede inicia suas operações na semana de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e centraliza a cobertura, produção e geração de conteúdo do FOX Sports deste grande evento para toda América Latina.

- Publicidade -

Localizado na Barra da Tijuca, o novo prédio de três andares conta com uma área com 4 mil m², 20 salas técnicas, três estúdios, oito ilhas de edição de imagem e duas de som, três switchers, quatro estúdios de off tubes, 27 escritórios para abrigar toda a equipe e dois pisos de garagem subterrânea.

O lançamento oficial acontece na terça-feira, 02 de agosto, às 20h30. A inauguração coincide com a semana de abertura dos Jogos Olímpicos RIO-2016 e serve como novo marco para as operações do canal no Brasil e América Latina.

Uma obra deste porte ressalta que todo o nosso planejamento estratégico foi assertivo. Ampliamos a nossa capacidade de trabalho e centralizamos as operações aqui no Rio de Janeiro. Nosso público e parceiros comerciais merecem ter o melhor em imagens, informação e entretenimento esportivo para torcermos juntos! ”, afirma Eduardo Zebini, SVP & CCO do FOX Sports Brasil.

Estamos muito animados e orgulhosos com a abertura deste grande projeto. Os novos estúdios são um motivo de orgulho nos evidenciando para o mercado e toda a região”, explica Guilherme Leme, SVP & GM do Fox Networks Group Brasil.

Inovações tecnológicas

Preparada para o futuro e possíveis ampliações, a nova sede foi projetada com instalações flexíveis. Todo o prédio conta com fibra ótica de 10 gigabytes.

A emissora conta com o sistema tapeless, com o armazenamento de conteúdo e dados realizados sem fitas ou qualquer outra mídia, tornando o FOX Sports uma emissora totalmente digital.

Com a capacidade de produção estendida para cerca de 10 mil horas por ano de produção ao vivo, o canal segue a tendência mundial de se tornar uma emissora multiplataforma por meio da tecnologia IPTV. Nesse formato é possível unir a televisão com internet, sem perda de qualidade e ampliar o conteúdo exclusivo para mídias sociais, aplicativos como o FOX Play e outros meios.

Toda estrutura do prédio segue os padrões tecnológicos da sede nos EUA, bem como nas outras emissoras na Ásia, Europa e México; podendo transmitir e receber por fibra ou via satélite para qualquer parte do mundo", assegura Luís Santos, VP de Broadcasting e Operações do FOX Sports.

Entre as diversas ferramentas utilizadas para maior interatividade da cobertura esportiva está o uso de equipamentos que possibilitam a aplicação da “Realidade Aumentada”, permitindo que o mundo virtual se misture com cenários, apresentadores e assinantes.

Estúdios

Com cenários de vanguarda e grande estrutura de videowall e telões, os três novos estúdios estão providos de iluminação computadorizada, 15 câmeras, áudio digital, completa flexibilidade e descentralização, devido à distribuição de fibra ótica.

O “Estúdio 1” tem cerca de 170m²; já o “Estúdio 2” com 260m² e o terceiro está disposto no formato Newsroom, com vista para a área externa e tem cerca de 220m².

Nos novos estúdios serão exibidos os programas “Bom Dia”, “Boa Tarde”, “Boa Noite FOX”, “Central FOX de Primeira”, “O Melhor do FOX Sports”, ”Central FOX, Rodada FOX”, “FOX Gol”, “Expediente Futebol” e toda a cobertura dos Jogos Olímpicos.

RIO 2016

Além do ponto avançado no IBC (International Broadcasting Center), toda a cobertura, produção e geração de conteúdo para a América Latina estará centralizada na nova sede.

O FOX Sports Brasil dará total apoio logístico aos 200 profissionais do FOX Sports Argentina, Chile, Colômbia, México – que têm produções locais – e também cuidará de 10 a 12 sinais enviados para outros países latino americanos. Da equipe brasileira serão cerca de 300 profissionais envolvidos.

Serão 24 horas de programação Olímpica nos nossos dois canais, onde faremos as transmissões ao vivo, reprises, análises e claro contaremos com os comentários de especialistas. Temos na América Latina o direito para todas as regiões. Faremos a nossa cobertura, e a América Latina a dela. Nós estaremos em total sinergia com nossas atividades, o que não significa dizer que teremos vantagem. Trabalharemos em conjunto para ampliar a nossa capacidade de produção”, explica Hernán Donnari, Vice-Presidente Sênior de Operações, Programação e Produção de FOX Sports Latin America.

- Publicidade -