- Publicidade -

Com o fim do Hipertensão, Glenda Kozlowski volta ao Esporte Espetacular neste domingo, dia 6, para dividir a apresentação do programa, no estúdio, com Tande. Cristiane Dias, que substituiu a apresentadora titular enquanto ela ficou à frente do reality show, continua apresentando a versão nacional do Globo Esporte.

- Publicidade -

O programa deste domingo vai contar um pouco sobre a infância do jogador Neymar. O repórter Leonardo Bianchi foi a Santos visitar a escola onde o jogador estudou dos 11 aos 14 anos, conhecer amigos do craque da época e seu cabeleireiro há mais de 10 anos, Cosme, responsável pelo corte moicano copiado no Brasil inteiro. Na escola, professores e coordenadores contam que Neymar era um garoto bem comportado, carinhoso, aluno regular e sempre comprometido com o futebol, em seus treinos pelo Santos. Amigos do craque, companheiros de pelada desde a infância, também contam ao programa que, desde os 12 anos, Neymar já dava autógrafos na escola e era conhecido como o “Clone do Robinho”, por conta das pedaladas desconcertantes que dava nos adversários da Copa de Futsal Intercolegial.

Aproveitando que neste domingo Santos e Vasco se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro – partida que será exibida pela Rede Globo –, o Esporte Espetacular relembra também o torneio disputado pelos clubes em 1957, quando Pelé jogou com a camisa do Vasco e fez sua primeira partida no Maracanã. Para disputar a chamada Taça Morumbi, o Vasco contou com reforços do Santos, já que seu time principal estava em excursão na Europa. Pelé, então com 16 anos e reserva do Peixe, foi um dos emprestados ao time carioca. Disputou quatro partidas pelo combinado, três com a camisa do Vasco e uma com a do Santos, e fez gols em todos os jogos.

O Esporte Espetacular é exibido domingo pela manhã, logo após o AutoEsporte.

- Publicidade -