Diferente de outras cidades brasileiras, Salvador, Recife e Brasília foram criadas para serem capitais geopoliticamente estratégicas para a ocupação de nosso vasto território. Enquanto Salvador e Recife surgiram para atender os interesses dos colonizadores portugueses e holandeses, Brasília foi projetada para se tornar a capital do Brasil independente.

- Publicidade -

No dia 19 de fevereiro, domingo, às 19h, o The History Channel aprofunda esse tema no documentário exclusivo "Cidades Inventadas". Com narração do ator e diretor Antonio Abujamra, e com o auxílio de historiadores, arquitetos, urbanistas e personalidades, como Oscar Niemeyer, Nestor Goulart Reis, Mário Mendonça, Nelson Piquet, Rui Faquini e Mário Cravo Neto, o programa revela como essas cidades foram inventadas, com destaque para as primeiras ideias e os projetos gráficos de Brasília, que teve um planejamento ainda maior para atingir seu objetivo de integrar as diversas regiões do País.

O documentário também discute o acelerado processo de urbanização do Brasil a partir de meados do século XX e o crescimento desordenado das cidades. Liderada pelo presidente Juscelino Kubitschek e com plano urbanístico de Lucio Costa, a construção de Brasília foi projetada a partir de dois eixos – o do poder teria a predominância dos projetos inovadores de Oscar Niemeyer, e o residencial reuniria as superquadras e unidades de vizinhança. A estrutura da cidade e as importantes decisões as quais lhe foram impostas estavam entre os objetivos estratégicos e geopolíticos de sua criação. Os objetivos econômicos, geopolíticos e estratégicos de Portugal em fortalecer sua ocupação no novo continente motivaram a criação de Salvador. Além de ter uma das maiores baías do mundo – a Baía de Todos os Santos –, a região, que mais tarde ficou conhecida com o atual nome, possuía uma localização estratégica, que permitia navegar facilmente do norte ao sul da costa brasileira.

Já Recife foi planejada para se tornar a capital do Brasil durante a ocupação holandesa na região nordeste. Enviado a Pernambuco pela Companhia das Índias Ocidentais, Mauricio de Nassau idealizou a cidade Maurícia, que apesar de ter sido praticamente destruída, edificou a base de Recife. Com este projeto, os holandeses tornaram efetiva a sua ocupação na maior região mundial produtora de açúcar.

- Publicidade -