- Publicidade -

No dia 7 de setembro o Megapix comemora junto aos espectadores a Independência do Brasil com uma seleção especial de filmes nacionais. O canal escolheu quatro produções de sucesso do cinema brasileiro: Jean Charles, Trair e Coçar É Só Começar, Divã e Cidade dos Homens. O drama Jean Charles abre o especial às 16h, com a atuação destacada de Selton Mello, considerado um dos artistas brasileiros mais reconhecidos de sua geração. A produção de 2009 foi a primeira parceria cinematográfica entre Brasil e Inglaterra, e retrata a tragédia que vitimou o brasileiro Jean Charles de Menezes em território britânico. Selton vive o protagonista, que foi confundido com um terrorista pela polícia inglesa no metrô de Londres. Em seguida, às 18h, é a vez da comédia Trair e Coçar É Só Começar (2006). A adaptação da peça homônima de Marcos Caruso mostra as trapalhadas de Olímpia (Adriana Esteves), uma doméstica bem intrometida, que vive se metendo nos problemas dos patrões Inês (Bianca Byington) e Eduardo (Cássio Gabus Mendes). Ficou em cartaz no teatro durante 20 anos, com um público de quase 500 mil pessoas.

- Publicidade -

A homenagem continua às 20h com Divã, mais um sucesso de bilheteria no cinema e no teatro. Lançado em 2009, o filme de José Alvarenga Jr. tem Lília Cabral como a protagonista Mercedes, além do trio de galãs José Mayer, Cauã Reymond e Reynaldo Gianecchini. A quarentona decide fazer um balanço e resolver alguns questionamentos de sua vida, apesar de ser feliz e realizada. Mas as novas experiências deixarão sua rotina muito mais confusa. A personagem garantiu à Lília Cabral destaque no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A estreia de Cidade dos Homens (2007) será às 22h. O último longa-metragem desta “seleção patriótica” foi inspirado na famosa série de TV com Laranjinha e Acerola, interpretados, respectivamente, por Darlan Cunha e Douglas Silva. A trama aborda a história dos dois amigos, que cresceram juntos em uma favela carioca e acabaram de completar 18 anos. Jonathan Haagensen é Madrugadão, ex-chefe do tráfico no morro. A produção tem direção e roteiro de Paulo Morelli e teve como locação sete favelas do Rio de Janeiro.

- Publicidade -