Olá, internautas

- Publicidade -

Os talent shows ambientados nas cozinhas chegaram ao fim na programação de fim de ano na TV brasileira.

MasterChef Brasil consagrou Isabella Scherer que preparou um menu vegano na grande final. A filha do ex-nadador Fernando Scherer passou regularidade em toda a competição. Na oitava temporada da versão amadores, os Masterchefs Juniors surpreenderam. Eduardo e Daphne chegaram juntos até a semifinal. O rapaz conseguiu até uma vaga para a grande final e ficou em segundo lugar. Ótimo desempenho.

A grande novidade ficou por conta da jurada Helena Rizzo que se encaixou no júri ao lado de Erick Jacquin e Henrique Fogaça. Passou elegância nos comentários. Porém, “MasterChef Brasil” enfrenta forte desgaste após sucessivas temporadas consecutivas. Não desperta mais a curiosidade no telespectador. Perdeu público. Ficou frequentemente na casa dos 2 pontos.

Já a Record TV insistiu com “Top Chef Brasil” que, desde a primeira temporada, não criou grande repercussão. Giovanni Renê venceu a disputa. O episódio final foi bem editado. O chef já tinha se destacado desde a estreia da terceira temporada.

Pelo SBT, “Bake Off Brasil” entrou na sétima temporada com forte desgaste. A atração girou na casa dos 5 pontos. Giliade conquistou o paladar de Beca Milano e Olivier Anquier. Diferente do MasterChef e Top Chef, o mestre de obras não apareceu como favorito desde a estreia. Até foi eliminado e depois repescado. O comissário de voo, Willian, garantiu bom desempenho no decorrer da competição, mas foi eliminado na reta final.

Nathanael foi o finalista que recebeu as críticas mais negativas entre todas as temporadas. A grande final contou com duas provas de duração longa. A primeira parte com 4h30. Já a segunda e decisiva com 5 horas. O talent show da confeitaria permanece com a grave falha de não premiar o vencedor com uma quantia em dinheiro.

Band, Record TV e SBT sugaram “MasterChef”, “Top Chef Brasil” e “Bake Off Brasil”. Enquanto contarem com patrocinadores, ficaram no ar, mesmo com forte desgaste.

Fabio Maksymczuk

- Publicidade -