O canal de televisão por assinatura Nat Geo exibe na próxima quinta-feira, dia 18 de setembro, a partir das 23h15, uma episódio inédito da série "Os segredos da Primeira Guerra", intitulado "Inferno" e relata os acontecimentos posteriores de setembro de 1915.

Milhões de homens são pegos pelas armadilhas de uma gigantesca guerra. Desde trincheiras na França, nos alpes italianos e nos Bálcãs, até os portões do mundo oriental, toda a Europa está em chamas. Novas armas, novas defesas; a guerra tornou-se industrial e química. As lutas atingem um nível inédito de violência. As artilharias incansavelmente afrontam os inimigos. Ataques com gás venenoso, lança-chamas e estilhaços, uma mistura de pólvora e partículas que destroem corpos e faces. Os ataques são aterrorizantes e imprudentes. Tempestades ensurdecedoras de aço levam os soldados à loucura. Os ferimentos são desumanos, as condições de higiene e de vida nas zonas de combate são terríveis e as epidemias que surgem causam estragos… Este é o inferno na terra.

Em fevereiro de 1916, na França, os alemães iniciam uma grande ofensiva em Ver dun. As frentes francesas mantêm-se firmes a todo custo. A Batalha do Somme, a batalha mais sangrenta da guerra, começa em 1º de Julho de 1916. Em poucas horas, o exército inglês perde 30.000 homens. Cinco milhões de homens sucumbiram em 16 meses. Mas para os líderes, os custos humanos e de materiais são tão altos que o inimigo precisa pagar e a guerra precisa continuar.