[creditos:cf7d5729fe]
João Miguel está em "3%" (Divulgação/Netflix)[/creditos:cf7d5729fe]
Em um mundo distópico, cruelmente dividido entre o progresso e a devastação, você tem apenas uma oportunidade para melhorar a sua sorte. E apenas 3% conseguirão. Essa é a premissa de "3%", primeira série original brasileira produzida pela Netflix.

- Publicidade -

A série se passa num mundo pós-apocalíptico, depois de diversas crises que deixaram o planeta devastado. Num lugar não especificado do Brasil, a maior parte da população sobrevivente mora no Continente, um lugar miserável, decadente, onde falta tudo: água, comida, energia. Aos 20 anos de idade, todo cidadão tem direito de participar do Processo, uma seleção que oferece a única chance de passar para o Mar Alto, onde tudo é abundante e há oportunidades de uma vida digna. Mas somente 3% dos candidatos são aprovados no Processo, que testa os limites dos participantes em provas físicas e psicológicas e os coloca diante de dilemas morais. Morar em Mar Alto, no entanto, não é o objetivo de todos os candidatos: alguns têm outros planos.

Dirigida por Cesar Charlone, que concorreu ao Oscar pela fotografia de "Cidade de Deus" e também é um dos produtores executivos, "3%" foi criada por Pedro Aguilera e é estrelada por João Miguel, Bianca Comparato, Rodolfo Valente, Michel Gomes, Vaneza Oliveira, Viviane Porto e Mel Fronckowiak.

A primeira temporada de "3%" estará disponível no próximo dia 25 de novembro na Netflix.

- Publicidade -