Pedro Bial apresentou seu novo programa "Na Moral" à imprensa, acompanhado pelo diretor de núcleo e diretor-geral da atração, Luiz Gleiser, e o redator-final, Marcel Souto Maior, na manhã desta terça-feira, dia 19, no Espaço Cultural Sérgio Porto, no Rio de Janeiro. “A gente pode dizer que será um programa de debates. De uma forma ligeira e divertida queremos discutir temas da nossa vida, que nos afetam diariamente, com a guarda baixa e abrindo o jogo. Esse programa deve nos fazer pensar e rir”, disse Bial, ao explicar a atração, que tem previsão de estreia para o dia 05 de julho.

- Publicidade -

Bial também comentou o desafio de estrear como apresentador de um programa de auditório: “É muito bom fazer alguma coisa pela primeira vez aos 54 anos. As minhas experiências estão somadas, acumuladas e multiplicadas neste programa”. Para ele, o grande trunfo da atração será a coragem de levantar determinados assuntos.

Empolgado com o projeto, o redator-final contou como temas cotidianos serão discutidos em `Na Moral`. “Queremos levar histórias boas para o telespectador e contá-las da melhor forma possível, mostrar certezas opostas e colocá-las em uma arena. Além disso, vamos brincar e experimentar formatos”, disse Marcel. Ele também adiantou que os programas devem ser encerrados com as famosas crônicas de Bial, sem o objetivo de sintetizar o assunto, mas deixando-o em aberto, fazendo o telespectador, a plateia e os convidados pensarem juntos.

O diretor de núcleo do programa destacou o trabalho de criação da equipe envolvida no projeto e contou aos jornalistas que não conseguiria imaginar um condutor para a atração que não fosse Pedro Bial. “A gama de recursos expressivos dele na TV é impressionante. Nunca trabalhei com alguém que tenha um arco de abrangência profissional desses”, elogiou Gleiser.

- Publicidade -