Após ser ovacionado em 2012 no RioContentMarket, o diretor-presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), Manoel Rangel, retorna nesta edição 2013 no dia 21 de fevereiro, para um painel no qual será analisado os seis primeiros meses de vigor da Lei 12.485, que garante espaço para a produção independente nacional na TV por assinatura.

- Publicidade -

No ano passado, Rangel obteve aplausos da plateia quando afirmou que “tem gente por aí com urticária só de ouvir falar que os canais vistos aqui no Brasil precisam ter conteúdo nacional qualificado, e não há nada mais justo que expor nosso conteúdo quando se explora nosso mercado”. Nesta edição, o debate aconteceu das 8h30 às 10h na Sala 1 – Futuro, Política e Economia, com a participação de André Breitman, conselheiro federal da ABPITV e João Roni, suplente do Conselho Federal da entidade.

Durante o painel, foram analisados os ganhos, acertos e desafios a serem vencidos pelo novo momento do audiovisual brasileiro. Tanto para a Ancine quanto para a ABPITV, a veiculação de conteúdo nacional em canais pagos não visa somente atender a demanda do mercado interno. Com a nova lei, é reforçada a importância da presença brasileira no exterior, valorizando o produto brasileiro em outros países.

Fonte: www.riocontentmarket.com.br

- Publicidade -