Estreia no Canal Brasil nesta sexta-feira (22), “Marielle – O Documentário”. Produzida pela equipe de jornalismo da TV Globo para o Globoplay, sob direção de Caio Cavechini, a série em seis episódios conta a história da vereadora carioca Marielle Franco e do motorista Anderson Pedro Gomes. Ambos foram assassinados a tiros em 14 de março de 2018 no Estácio, região central do Rio.

Para resgatar a trajetória da ativista, a atração percorre três caminhos centrais: a humanização de Marielle e Anderson, as investigações policiais e jornalísticas do crime que os vitimou, e o cenário político do Rio de Janeiro e do Brasil.

O episódio de estreia apresenta Marielle e Anderson, seus familiares e amigos mais próximos. Através de depoimentos como o da esposa de Anderson, Agatha; dos pais de Marielle, Antônio e Marinete; de sua filha Luyara, sua irmã Anielle e de sua companheira Mônica Benício; a personalidade de ambos é traçada. A produção se vale de gravações antigas com Marielle adolescente em sua festa de 15 anos, e de Anderson recebendo a notícia de que sua mulher estava grávida para retomar seus papéis cotidianos. O recurso mais forte, porém, é a exibição de áudios e mensagens de WhatsApp ao longo dos capítulos.

O segundo episódio se debruça no atentado e como a morte de Marielle e Anderson afetou seus convivas mais próximos e como repercutiu na sociedade. O relato de Fernanda Chaves, assessora de Marielle que sobreviveu ao crime ajuda a remontar a noite de 14 de março de 2018. Participam do episódio, ainda, os companheiros de partido de Marielle Tarcísio Motta, Marcelo Freixo, Renata Souza e Dani Monteiro.

A partir do terceiro episódio, a série engata em ritmo policial, destrinchando detalhes da investigação e como, a cada passo, o mistério da morte de Marielle só se torna mais nebuloso.

“Marielle – O Documentário” estreia dia 22 de janeiro, às 22h30 no Canal Brasil.