[creditos:c4c804aca1]
TV Brasil exibe abertura dos Jogos Paralímpicos e promete 10 horas diárias de esportes (Divulgação)[/creditos:c4c804aca1]
Capital mundial do esporte em 2016, o Rio de Janeiro recebe mais de 4.350 atletas de 176 países para competir em 23 modalidades nos Jogos Paralímpicos entre os dias 7 e 18 de setembro. A TV Brasil faz uma ampla cobertura da competição com cerca de 10 horas de transmissões diárias em sua programação.

- Publicidade -

Com o slogan "O canal das Paralimpíadas", a TV Brasil e as emissoras parceiras da Rede Pública de Televisão acompanham a cerimônia de abertura e a solenidade de encerramento dos Jogos, além das principais provas do evento, com destaque para a participação dos atletas brasileiros em esportes coletivos e individuais.

As emoções já começam nesta quarta-feira, 7 de setembro, a partir das 17h45, com a transmissão ao vivo da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 que acontece no estádio do Maracanã. Para relatar todas as curiosidades da festa, o time da TV Brasil será liderado pelos jornalistas Daniela Christoffer, Luciana Barreto e William Douglas, com os comentários do coreógrafo Hélio Bejani, diretor artístico do ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A energia dos atletas promete contagiar o público presente na arena e em casa.

Sob o tema “Todos têm Coração”, a apresentação vai reunir um elenco com dois mil voluntários e 500 profissionais entre coreógrafos e artistas etc, distribuídos em dois palcos no gramado do Maracanã, onde ainda desfilarão milhares de paratletas. O comando do show ficará por conta da atriz Fernanda Lima e do escritor Marcelo Rubens Paiva, além do mascote Paralímpico Tom.

A porta-bandeira da delegação brasileira durante a solenidade será a atleta goiana Shirlene Coelho. Ela foi ouro nos Jogos de Londres 2012 e prata em Pequim 2008, no lançamento de dardo, na categoria F37 (atletas com paralisia cerebral). Na Rio 2016, Shirlene, que tem paralisia cerebral desde a gestação, disputará mais duas provas, além do lançamento de dardo: o arremesso de peso e o lançamento de disco.

Enquanto a TV Brasil prepara-se para mostrar os grandes momentos das Paralimpíadas como único canal aberto a transmitir competições, os demais veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) estarão com suas equipes na rua para a cobertura jornalísticas dos eventos. Detalhes da cobertura estarão nas redes sociais, nos perfis @tvbrasil e @ebcnarede do Twitter e Facebook e poderão ser acompanhados pela hashtag #VemPraPara.

Com regras e categorias específicas para cada tipo de deficiência, as Paralimpíadas distribuem mais medalhas do que as próprias Olimpíadas: serão exatas 528 provas que valem 265 medalhas masculinas, 225 femininas e 38 mistas, em disputa nas 20 arenas durante os onze dias de competição.

- Publicidade -