O programa "Mosaicos" desta sexta, 9/11, a partir das 21h, apresenta uma homenagem especial para o cantor Tim Maia. Faltando alguns meses para completar 10 anos de sua morte, a emissora exibirá um documentário musical inédito, depois de um grande show com a Orquestra Imperial e, simultaneamente ao lançamento de sua biografia oficial, escrita pelo jornalista e compositor Nelson Motta.

O documentário musical traz depoimentos e apresentações de Tim Maia, gravadas em diversos momentos de sua carreira, dentre elas sua interpretação ao violão do sucesso "Azul da Cor do Mar" (veja vídeo acima), em 1980, e um encontro dele com Jorge Benjor nos estúdios da extinta TV Tupi, na década de 70.

Para comentar a carreira do artista (1942-1998), o programa promove também o encontro de três personagens que conviveram com o Síndico: o instrumentista Paulinho Guitarra e os compositores Carlos Dafé e Skowa, que ressalta "Se não ouvir Tim Maia, não sabe o que é funk e soul brasileiros". O documentário musical tem ainda as participações de Funk Como Le Gusta, Graça Cunha e Paul Van Wingerden, interpretando algumas das músicas mais representativas do homenageado.

Dentre as músicas do repertório estão: "Sossego", "Primavera" e "Pra que vou recordar o que chorei", com Carlos Dafé, Paulinho Guitarra e Skowa; "Guiné Bissau, Moçambique e Angola", com Funk Como Le Gusta e Paul Van Wingerden; "Quer Queira, Quer Não Queira", "Ela Partiu" e "O Caminho do Bem", com Funk Como Le Gusta; e "Imunização racional (Que Beleza)", com Funk Como Le Gusta e Graça Cunha.