A próxima edição do Clássicos, da TV Cultura, leva ao ar uma gravação exclusiva da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp). Sob direção de Roberto Tibiriçá, o concerto é dedicado à música russa com obras de Glinka, Rachmaninov e Tchaikovsky. A apresentação, gravada no dia 5 de março deste mês na Sala São Paulo, ainda conta com solos do jovem pianista Dmitry Shishkin. O programa da TV Cultura será exibido no sábado, dia 2 de abril, às 21h30.

Tendo vivido na primeira metade do século XIX, Mikhail Glinka é considerado o pai da música russa. Suas composições foram influência importante para compositores de gerações futuras, como os membros do Grupo dos Cinco. Dele, a Osusp interpreta a abertura de uma de suas obras mais conhecidas, a ópera Ruslan e Ludmila.

Romântico tardio, Rachmaninov atuou na virada do século XIX para o XX. Exímio pianista, conhecido também pelo tamanho de suas mãos, deixou quatro concertos para piano que são referência no gênero. O Concerto n.3 foi escrito em 1909 e é notório por suas enormes dificuldades técnicas e musicais. O solista da obra é o jovem pianista russo Dmitry Shishkin, de 24 anos, que tem conquistado fama internacional após vencer importantes concursos.

Certamente influenciado por Glinka foi Piotr I. Tchaikovsky, um dos maiores nomes da música russa. É dele a obra que encerra o concerto, a Sinfonia n.4, na qual se destaca o curioso terceiro movimento, no qual as cordas tocam apenas em pizzicato.