- Publicidade -


O automobilismo clandestino e submundo das corridas de rua, seus pilotos, organizadores e a contracultura que permeia a cena de Nova Orleans são tema da nova temporada de "Corridas Proibidas: Nova Orleans".

- Publicidade -

Com estreia na segunda-feira (25 ), a safra acompanha Kye Kelley – ele é líder de uma das equipes que participam da liga clandestina, em uma atividade cada vez mais comum nos Estados Unidos. As corridas acontecem em vias e estradas públicas, reunindo aficionados por motores e velocidade. Os participantes levam o campeonato a sério, investindo na capacitação dos pilotos e em modificações mecânicas que tornam seus carros ainda mais velozes. As equipes são como verdadeiros clãs e a velocidade contraventora da lei é um estilo de vida.

As competições acontecem à moda antiga – um desafiante forasteiro, vindo de outra cidade, pode invadir a oficina do desafiado e chama-lo para as pistas. As corridas geralmente são noturnas e acontecem no mesmo modo dos duelos eternizados pelo cinema: ao centro fica a pessoa que dá o sinal para a largada; os circuitos são longos trechos de retas e a arrancada decide o vencedor. Acidentes e fugas da policia fazem parte do programa.

As apostas são altas: em jogo está o capital simbólico, prestígio e respeito destinados aos vencedores, e também muito dinheiro. Na disputa pela glória e pelos prêmios, conflitos de egos são corriqueiros. O campeonato é ilegal e todos os participantes sabem que podem ter seus carros, seus tesouros sobre rodas, apreendidos a qualquer momento, bastando o flagrante. Mas o elemento da clandestinidade e os riscos servem para adicionar emoção às corridas.

"Corridas Proibidas: Nova Orleans" estreia dia 25 de setembro, às 22h50 no Discovery Turbo.

- Publicidade -