[creditos:6022ec77f3]
Satélite SES-10 será colocado em órbita pelo foguete Falcon 9 da SpaceX (Divulgação)[/creditos:6022ec77f3]
A SES e a SpaceX anunciaram hoje que chegaram a um acordo para o foguete Falcon 9 colocar o SES-10 em órbita.

- Publicidade -

O satélite, que estará em uma órbita geoestacionária e expandirá a capacidade da SES em toda a América Latina, tem o seu lançamento agendado para o 4º trimestre de 2016. O SES-10 será o primeiro satélite a ser conduzido por um foguete reutilizável desenvolvido pela SpaceX.

O SES-10 será posicionado a 67 graus oeste, conforme acordo com a comunidade dos países andinos (Bolívia, Colômbia, Equador e Peru), e será usado para a rede de satélite Simón Bolivar 2. Com uma carga útil de banda Ku de 55 transponders (equivalentes a 36MHz), dos quais 27 são incrementais, o veículo espacial multitarefas é o primeiro satélite da SES totalmente dedicado à América Latina. Ele irá substituir a capacidade atualmente fornecida pelos satélites AMC-3 e AMC-4 da SES nessa região, além de fornecer uma capacidade adicional para a América Central, América do Sul, México e Caribe. Os feixes flexíveis de alta potência estão adaptados para fornecer transmissões diretas para residências e empresas, assim como serviços de conectividade de banda larga.

Após ser a primeira operadora comercial de satélites a realizar um lançamento com a SpaceX em 2013, estamos animados em voltar a ser o primeiro cliente a embarcar na primeira missão da SpaceX a usar um foguete reutilizável. Acreditamos que este tipo de nave vai inaugurar uma nova era do voo espacial e tornar o acesso ao espaço mais eficiente em termos de custo e gerenciamento”, disse Martin Halliwell, diretor de Tecnologia da SES. “Este novo acordo alcançado mais uma vez com a SpaceX ilustra a fé que temos na sua especialização técnica e operacional. A diligência que a equipe tem demonstrado ao longo da concepção e teste do veículo de lançamento da missão SES-10 nos dá plena confiança de que a SpaceX é capaz de enviar ao espaço o nosso primeiro satélite da SES dedicado à América Latina”.

O relançamento de um foguete que já colocou um veículo espacial em órbita é um marco importante no caminho para a reutilização rápida e completa”, afirmou Gwynne Shotwell, presidente e CEO da SpaceX. “A SES tem representado, ao longo dos anos, um forte apoio à abordagem de reutilização da SpaceX e estamos muito satisfeitos que o primeiro lançamento de um foguete desse tipo levará o satélite SES-10.

O SES-10 está sendo construído pela Airbus Defence and Space e é baseado na plataforma do Eurostar E3000. O satélite irá utilizar um sistema de propulsão de plasma elétrico para manobras em órbita e um sistema químico para a entrada inicial na órbita e algumas manobras em órbita.

- Publicidade -