globonews O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é o entrevistado de Ricardo Amorim na última edição do ano do ‘Manhattan Connection’, que vai ao ar na GloboNews neste domingo, dia 29 de dezembro, a partir das 23h (e 20h em Rio Branco). Do estúdio do programa em São Paulo, Fernando Henrique comenta os fatos que marcaram o ano de 2013 no Brasil e no mundo, além de fazer algumas previsões para 2014. Lucas Mendes e Caio Blinder participam da conversa de Nova York e Diogo Mainardi, de Veneza.

Entre os temas debatidos, Fernando Henrique fala sobre o panorama político brasileiro, os protestos que tomaram conta do país, futebol e Copa do Mundo. As previsões para as próximas eleições presidenciais e o clima atual de insatisfação também estão na pauta. “Há no mundo todo um sentimento de que a ordem política não está correspondendo às expectativas. O Brasil requer neste momento uma visão maior, mais grandiosa, com mais audácia e mais franqueza. Precisamos de gente com competência para lidar com questões em função de um mundo que está mudando muito rápido”, afirma FHC.

No segundo bloco, é a vez de Fernando Henrique e do time de apresentadores fazerem um balanço dos acontecimentos que marcaram 2013 no âmbito internacional. Protestos, desemprego, tragédias naturais e conflitos armados entram em debate. O ex-presidente lamenta a guerra civil na Síria, considerando-a como uma das piores notícias do ano, e comenta a política internacional dos Estados Unidos no Oriente Médio. Para encerrar o encontro, eles destacam as personalidades que estiveram em evidência em 2013. Fernando Henrique lastima a morte de Nelson Mandela e destaca o compromisso do Papa Francisco pela paz. “O Papa tem vocação de pastor. É uma pessoa simples e isto é muito importante, pois esses valores precisam ser revitalizados”, comenta.